Principal Categorias Matérias Você conhece a Reabilitação Neuropsicológica?

Você conhece a Reabilitação Neuropsicológica?

4 minutos para ler
0
538
Você conhece a Reabilitação Neuropsicológica?

Ainda desconhecida por boa parte da população, a Reabilitação Neuropsicológica é uma área nova da Psicologia que vem crescendo em grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro. Trata-se de A uma intervenção clínica que visa o restabelecimento da adaptação cognitiva, psicológica e social de indivíduos que apresentam alterações cognitivas e comportamentais.

Segundo a psicóloga Thiele Peres Zoschke a Reabilitação Neuropsicológica pode ser aplicada no tratamento tanto de adultos como de crianças. Ela é aplicada tanto em pacientes que sofreram alguma lesão cerebral, quanto naqueles que gostariam apenas de estimular algum aspecto cognitivo, como a memória e a atenção. ”

A Reabilitação Neuropsicológica pode ser utilizada em pacientes que possuam algum grau de comprometimento cognitivo e, se tratando do público infantil, pode ser utilizada nos mais diversos diagnósticos, como Transtorno da Aprendizagem, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e Autismo”, esclarece. A Reabilitação Neuropsicológica funciona através do desenvolvimento de práticas em conjunto com o paciente para reduzir os possíveis déficits que ele tenha, os quais acabam se tornando um grande obstáculo para a execução de tarefas do cotidiano. “Essas tarefas cotidianas podem ser diversas, como memorizar nome de pessoas, senhas, número de telefone, bem como atividades que exijam atenção, compreensão e raciocínio”, comenta a psicóloga. O principal objetivo da Reabilitação é promover ao paciente a maior independência possível nas atividades da vida diária e favorecer também o autoconhecimento.

Thiele explica que no caso da Reabilitação Neuropsicológica Infantil a finalidade é favorecer o desenvolvimento da criança por meio de estimulação e treino cognitivo, auxiliando em sua inserção ou reinserção em um ambiente social, que envolve a escola e o lar. A psicóloga ressalta que essas práticas podem ser aplicadas ainda nos primeiros anos de vida, logo que se percebe algum fator que não condiz com o período de desenvolvimento pelo qual a criança esteja passando.

No entanto, para iniciar o processo de Reabilitação Neuropsicológica, é necessária a realização da Avaliação Neuropsicológica, que irá determinar os déficits cognitivos e os aspectos preservados do paciente, conclui a Psicóloga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…