Principal Categorias Trajetória Admiração e respeito por quem fez e faz a história de Guarapuava

Admiração e respeito por quem fez e faz a história de Guarapuava

24 minutos para ler
0
1,443
Admiração e respeito por quem fez e faz a história de Guarapuava

Os causos que ouvia nas vozes dos viajantes que passavam pela propriedade da família desde muito cedo instigaram a curiosidade de Elizabeth Machado. Essa paranaense, filha de um baiano e de uma pernambucana, sempre viu a trajetória de quem formou seu estado com certo fascínio, especialmente a de Antônio de Sá Camargo, o Visconde de Guarapuava. Há 16 anos vivendo na terra do nobre personagem, lugar que escolheu para chamar de lar, Betinha percebeu, através de conversas com representantes de vários segmentos da sociedade, quão rico o município é em pessoas que como o Visconde se dedicaram ao crescimento e ao desenvolvimento desta região. Esse foi o combustível para que a diretora da Revista Visual criasse o projeto Prêmio Visconde de Guarapuava, com o objetivo de contar as histórias desses personagens e homenagear a cada um destes que ajudaram, ao seu modo, a construir a cidade coração.

Após quase três anos de trabalho, chegou a hora de realizar a entrega da primeira edição do Prêmio Visconde de Guarapuava. No dia 28 de novembro, homenageados, familiares, amigos e imprensa se reuniram no Buffet Vitri para participar de um momento de muita emoção, que certamente será lembrado por muito tempo.

A grande noite

Cada detalhe do evento foi preparado com muito cuidado. Na recepção, artistas da Felchak Produções recebiam os convidados com roupas de época, acompanhados por músicos do grupo Spalla tocando violinos. Já com o salão lotado, foi apresentada parte de um documentário falando sobre o personagem que dá nome ao Prêmio, e os atores voltaram a encantar, contando um pouco mais sobre a vida de Antônio de Sá Camargo. “Hoje, nossos corações se enchem de amor por cada um de vocês, Cidadãos Visconde de Guarapuava. É por isso que estamos aqui, demonstrando toda nossa admiração, respeito e gratidão”, destacou Elizabeth Machado. Ao fim das homenagens, alunas da Academia de Danças Romani brindaram os convidados com duas belas apresentações.

O ponto alto da noite ficou a cargo do ator global Eribeto Leão, que veio a Guarapuava exclusivamente para a entrega da premiação. A vinda de Eriberto foi intermediada por uma grande amiga de Elizabeth Machado que reside no Rio de Janeiro, a guarapuavana Nevesmara Taques. “A Neves foi fundamental para que esse nosso encontro com o Eriberto acontecesse”, revelou. O ator esbanjou simpatia e surpreendeu ao quebrar o protocolo e se pronunciar logo no início da solenidade. “Fiquei emocionado com a história dessa cidade e com a história do Visconde de Guarapuava. Isso me faz perceber como o interior do nosso país é imenso e deve ser valorizado. Só conhecendo a nossa história é que podemos ser grandes”, frisou Eriberto.

A festa também contou com a presença do colunista social João Nunes, do blog No Sofá com João Nunes.

Acostumado a cobrir eventos em Curitiba e em outras grandes cidades do Brasil, João elogiou a organização do Prêmio. “É um prazer conhecer Guarapuava e conhecer as pessoas da sociedade guarapuavana. É um projeto importante, que leva um grande nome, e que já começa com um grande sucesso”, afirmou.

Para Fernanda Godoi, representante da FG Empreendimentos, principal patrocinadora do evento, embora a empresa já seja parceira em diversas ações sociais e culturais, participar do Prêmio Visconde de Guarapuava é especialmente gratificante. “A história do presidente da nossa empresa é muito parecida com a história do Antônio de Sá Camargo. São homens diferentes, que

E nessa onda de homenagens sobrou até para a idealizadora do evento. Em nome de toda equipe da Revista Visual Terezinha Maciel fez um discurso emocionado, ressaltando a garra e a perseverança de Elizabeth Machado para a realização da primeira edição do Prêmio Visconde de Guarapuava.

Manoel Lacerda Cardoso VieiraManoel Lacerda Cardoso Vieira

O papel de um Sonhador. Seu Manoel perdeu o pai aos 3 anos, mas não deixou que nenhuma dificuldade interferisse em seus sonhos. Dono de uma trajetória de muita batalha, desbravou o mundo dos negócios em um período de poucos recursos. Com muita luta e apoio da família, construiu o grande complexo Santa Maria Papel e Celulose, gerando milhares de oportunidades de empregos e se tornando um dos empresários mais respeitados de todo nosso estado. Um grande motivo de orgulho e inspiração para nossa terra.

 

 

 

 

 

 

 

Alzira Justus RochaAlzira Justus Rocha

Delicadeza para a vida e sensibilidade para os negócios. Proprietária da tradicional loja Casa Real, Dona Alzira é pioneira no ramo de comércio de roupas e tecidos em nossa cidade. Sempre conciliou seu tempo entre a empresa e a família que constitui ao lado do seu falecido esposo, Oswaldo Rocha. Uma mulher desbravadora, que possui grande influência na evolução do campo empresarial de Guarapuava. “Me sinto orgulhosa por lembrarem da gente, e ao mesmo tempo nervosa. Não consigo nem falar”!

 

 

 

 

 

 

 

 

Frederico Guilherme Keche VirmondFrederico Guilherme Keche Virmond

Uma figura ilustre de nossa terra. Em seus 92 anos, Dr. Frederico sempre se envolveu com duas questões primordiais: saúde e educação. Grande Médico é responsável por importantes feitos como a criação do Hospital Santa Tereza, de sua propriedade. Dedicado aos estudos, também é membro da Academia de Letras, Artes e Ciências de Guarapuava. Um homem generoso, dedicado a toda comunidade e aos mais necessitados. “Nossa família se sente lisonjeada por ver o pai ser lembrado por seus feitos. É uma carreira muito grande, ele conviveu com muita gente, é uma lembrança que nos deixa muito feliz”, declarou Laurence Virmond.

 

 

 

 

 

 

 

 

IreceIrece Erzinger

Costurando laços Dona Irece marcou a presença nos momentos mais marcantes de muitas mulheres de Guarapuava: fazendo seus vestidos de casamento. Dessa forma ela ajudava a tornar o sonho de muitas noivas realidade. Uma mulher que por meio do trabalho conquistou o respeito de toda sociedade de Guarapuava. Seu coração generoso, também exerceu funções sociais. Auxiliou muitas crianças carentes dando lhes abrigo e amor. “Estou muito feliz e amo muito minhas meninas. Hoje costuro pouco, mas adoro o barulhinho da máquina”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NivaldoNivaldo Krüger

A nobreza está em ser útil. Vereador, prefeito, deputado estadual, secretário de estado, presidente da associação paranaense e brasileira de municípios, deputado federal e senador. Nivaldo Krüger, com um espírito sensível é também fotografo e escritor, um apaixonado pela beleza da vida. Entre seus grandes feitos políticos, podemos destacá-lo como o maior responsável do país pelo decreto de Autonomia Municipal, ato que trouxe benefício para todo o Brasil. Uma história de aventuras e batalhas motivada pelo sonho de ser útil à humanidade. “Cada cargo me conscientizava do meu dever! Cumpri o meu dever, nada mais do que isso.”

 

 

 

 

 

 

 

Orlando SilvaOrlando Silva

Arte e flores, vida e frutos. trinta e cinco anos semeando e colhendo, em uma arte que transita entre o sonho e a realidade. Orlando é o primeiro florista e pioneiro em decorações de festas da região. Hoje, os eventos que realizou totalizam cerca de 1.500, mas mensurar toda essa experiência transcende a questão numérica. Orlando já teve seus bens destruídos por incêndio duas vezes, mas saiu das cinzas e nunca se deixou abater por nada. Um exemplo de otimismo! “A gente deve passar pela vida deixando marcas e eu acho que deixei um pouquinho das minhas, ensinando aquilo que eu sei fazer”.

 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo ErnestoPaulo Ernesto Siqueira

A perfeição de seu criar, Paulo Ernesto foi o primeiro Arquiteto e Urbanista de nossa cidade. É Membro da Academia de Letras, Artes e Ciência de Guarapuava e foi professor da Unicentro. É responsável por grandes projetos como a primeira Avenida de Guarapuava, a Nova Catedral, o monumento Fortim Atalaya e um dos responsáveis pela construção do Teatro Municipal. Ao desvendarmos nossa cidade com olhos atentos para os detalhes que transformam a beleza urbana, estaremos prestigiando muito de sua obra. “Foi uma surpresa receber esse prêmio, estou me sentindo honrado pelo reconhecimento desses 45 anos de serviços”.

 

 

 

 

 

 

 

 

Gracita Gruber MarcondesGracita Gruber Marcondes

Uma história construída com muita história. Cinco décadas ensinando História do ensino fundamental ao superior, de uma maneira fascinante que fazia com que a imaginação de seus alunos fizesse uma viagem no tempo. Membro da Academia de Letras, Artes e Ciências de Guarapuava, Gracita pesquisa sobre a história de nossa cidade há mais de 63 anos e possui em seu currículo 12 obras publicadas. “Me sinto agradecida e parabenizo a Diretora da Revista Visual, Elizabeth Machado, pela preocupação em valorizar os vultos da nossa Guarapuava e o trabalho importante que eles realizaram, assim como Antônio de Sá Camargo, o Visconde de Guarapuava.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Edison José SanchesEdison José Sanches

Os passos de um pioneiro. Com 87 anos muito bem vividos, Edilson Sanches foi um dos primeiros advogados de Guarapuava e o primeiro advogado da Cooperativa Agrária, instituição em que trabalha até hoje. É também um verdadeiro exemplo de cidadania: apoiou a fundação do S.O.S, é um dos fundadores da OAB de Guarapuava, colaborou para a criação da FAFIG, entre outras tantas sementes que plantou em prol de nossa comunidade. “Eu só não nasci aqui, mas me sinto inteiramente guarapuavano. A gente recebe com muito prazer essa generosidade da Revista Visual”.

 

 

 

 

 

 

 

 

Restaurante Guairacá IIRestaurante Guairacá II

No início da década de 70, Ortenila Fuchs (in memorian), Lidía Silvestri, Edy Silvestri, Angela Valiati e Julia Damiani, começaram uma história árdua e gratificante ao criar o tradicional Restaurante Guairacá II. Verdadeiras mestras da cozinha italiana, as incansáveis ‘tias” do Guairacá II, hoje, já são bisavós e tataravós e continuam servindo com carinho e amor as varias gerações de guarapuavanos. “Nos sentimos homenageadas e felizes, porque são 41 anos trabalhando, criando nosso filhos e netos”, disse Dona Julia Damiani.

 

 

 

 

 

 

 

 

Célio RodriguesCélio Rodrigues

Trajetória de fé dentro e fora dos ringues. Célio começou trabalhando aos nove anos como engraxate. Aos 12, teve a oportunidade de frequentar uma academia e se identificou com o Muay Thay, era ai que nascia um campeão. Ganhou seu primeiro título mundial em 2002 na Itália, e desde então vem somando vitórias, como o título Sul Americano, Pan Americano, Intercontinental e mais dois mundiais. Célio tornou-se um ícone e inspiração para muitos de nossos jovens. “Como guarapuavano que sou tenho orgulho da minha história e tenho orgulho em estar aqui. É um orgulho não só para mim, mas para todos os homenageados, ser lembrado e receber esse prêmio”.

 

 

 

 

 

 

 

Roberto YanagawaRoberto Yanagawa

Eternizando a essência de instantes. Um dos maiores fotógrados e um dos pioneiros de nossa região na arte de registrar momentos. Roberto Yanagawa transmitiu seus conhecimentos para muitos profissionais, inclusive para suas filhas Tieko e Saeko. Graças ao seu talento e olhar diferenciado centenas de fatos marcantes foram registrados e jamais serão esquecidos. “Desde pequeninhas a gente aprendeu com ele essa paixão pela fotografia. Estamos muito orgulhosas e ele está muito feliz com essa homenagem”, afirmou a filha Saeko Yanagawa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mercedes Loures de LacerdaMercedes Loures de Lacerda

Uma mulher de fibra que sempre foi referência no campo da agropecuária em nossa região. Dona Mercedinha, é descendente dos fundadores de nosso município. Com uma caminhada rica em conquistas, também precisou vencer grandes barreiras. Sua intimidade com a terra e sua devoção foram os pilares que a levaram a superar uma invasão que sua fazenda sofreu em 2003 na qual teve seu patrimônio parcialmente destruído. Para nós um exemplo de superação. “Sou muito honrada e me sinto muito feliz, acho até que não mereço esse prêmio. O segredo para se manter bem com a idade é não deixar a cabeça vazia.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Terezinha Bastos de OliveiraTerezinha Bastos de Oliveira

A grande responsável pela consolidação da Rede de Farmácias Trajano, como uma das maiores do Paraná, Terezinha é uma mulher de fibra que possui suas bases sólidas, ao considerar clientes e funcionários como seus pilares fundamentais. Sempre acompanhada de seus filhos, trilhou uma caminhada de desafios diários, e hoje, sua empresa completa 76 anos com o vigor das iniciantes e a credibilidade dos anos de experiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…