Principal Categorias Cotidiano Tiro Esportivo: uma paixão compartilhada por pai e filho

Tiro Esportivo: uma paixão compartilhada por pai e filho

5 minutos para ler
0
789
Tiro Esportivo: uma paixão compartilhada por pai e filho

A importância da prática esportiva no desenvolvimento físico e intelectual de crianças e adolescentes é um consenso entre pais e educadores. Porém, para que esse processo aconteça, é preciso que o jovem se identifique com a atividade que irá praticar. Aos 12 anos José Ari Dal Pozzo Filho decidiu que era hora de participar de uma modalidade esportiva, mas diferente da maioria dos meninos de sua idade, que preferem esportes como futebol, basquete ou natação, ele optou pelo Tiro Esportivo. A identificação com o esporte foi imediata, e inspirou até mesmo o pai do jovem, José Ari Dal Pozzo, a iniciar essa nova atividade. “Fazer um esporte é muito saudável, procurávamos algo com que ele se divertisse e acabamos encontrando no Tiro a oportunidade praticarmos juntos”, destaca seu José Ari.

Há dois anos no Tiro, José Ari Dal Pozzo Filho tem participado de diversas competições a nível local, estadual e nacional. Embora o jovem ainda esteja se formando como atirador, sua evolução tem sido muito grande e os primeiros resultados já começam a aparecer. No final de novembro, Zezinho, como é chamado pelos amigos, conquistou o primeiro lugar no Campeonato Brasileiro de Tiro ao Prato, na modalidade de Fossa Olímpica, promovido pela Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE). Durante todo o ano a CBTE promoveu onze etapas da competição, algumas delas obrigatórias. Nessa fases os atletas somam pontos, e ao chegar à etapa final, o atleta com maior pontuação em cada modalidade foi declarado campeão. A etapa final do Campeonato Brasileiro de 2013 aconteceu na cidade gaúcha de Caxias do Sul, onde José Ari Dal Pozzo Filho recebeu o título de Campeão Brasileiro Júnior. Seu José Ari não esconde o orgulho em ver o filho progredindo dia a dia no esporte. “Fico alegre por ele estar se dando bem no esporte, já que é uma modalidade que exige muita disciplina e contribui para a formação do caráter”, diz o pai. Além do Campeonato Brasileiro, em agosto desse ano Zezinho fez parte da delegação brasileira que participou do Campeonato Mundial de Trap Americano, realizado na cidade de Sparta, no estado de Illinois, nos Estados Unidos.

Pai e filho costumam se dedicar aos treinos duas a três vezes na semana, ritmo que geralmente aumenta com a proximidade das competições. Contudo, seu José Ari deixa claro para Zezinho que os estudos devem sempre vir em primeiro lugar. “Ele sabe que precisa ir bem na escola, pois nada pode atrapalhar os estudos”, comenta. E o menino tem grandes pretensões com o esporte. “Quero continuar no Tiro e quem sabe, um dia, representar o Brasil nas Olimpíadas”, afirma José Ari Dal Pozzo Filho. Em 2014 a expectativa é que um experiente treinador espanhol venha ao país prestar um serviço de consultoria a alguns atiradores brasileiros, entre eles o jovem atirador guarapuavano. Com o auxílio desse treinador, o objetivo é aprimorar a técnica de José Ari Dal Pozzo Filho como atirador, de acordo com o seu perfil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…