Principal Categorias Vida Viver é como andar de bicicleta

Viver é como andar de bicicleta

7 minutos para ler
0
745
Viver é como andar de bicicleta

A vontade de seguir em frente com o empreendimento da família se tornou uma paixão para a guarapuavana Nerly Kopanski. O sonho de adolescência era cursar psicologia, mas a necessidade de auxiliar nos negócios do pai fez com que Nerly enfrentasse as dificuldades da área e encontrasse satisfação como empresária do ramo de bicicletas.

A loja foi pioneira na cidade, fundada em 1949. No decorrer dos anos, a Kopanski Bicicletas e Fitness manteve a missão de incentivar as famílias a buscarem uma vida mais saudável por meio de atividades físicas, diversão e relacionamento humano. Em todo esse tempo, Nerly cativou fregueses e amigos com um atendimento baseado na credibilidade e na honestidade. E é impossível ficar indiferente à simpatia da comerciante.

Aos 68 anos, ela segue ativa, trabalhando todos os dias ao lado do filho Edson, que agora é seu sócio e administra a empresa. Também convive com 15 funcionários, com os quais mantêm uma relação próxima. “Eu nunca pensei em dinheiro em primeiro lugar. A minha prioridade sempre foram as pessoas e ajudei muito os colaboradores. Mas tudo isso Deus me retribuiu”, considera.

Embora execute menos atividades do que antigamente, acredita que a sua presença é imprescindível no cotidiano do empreendimento, pois é bastante procurada e tem a confiança de clientes e fornecedores. “Eu amo o que faço. Tanto é que me aposentei há nove anos, mas continuo trabalhando. Às 8h30, já estou aqui”, conta.

Quando Nerly começou a trabalhar na empresa, era tímida e introspectiva. Depois do falecimento de seu pai, em um acidente, e de decidir assumir os negócios, teve de se desenvolver para conseguir ampliar as vendas. “Naquela época, as mulheres sofriam mais preconceito. No entanto, consegui enfrentar as dificuldades com muita persistência”, relembra.

Degraus

No início, a loja era pequena e focada no comércio de peças e consertos. Paulatinamente, avançou para a venda de bicicletas. A diversificação de produtos e marcas para atender ciclistas de diferentes idades e estilos foi uma consequência. Dessa maneira, o crescimento gerou a ampliação da estrutura física do estabelecimento, que fica localizado na Rua Vicente Machado, e também a especialização dos serviços prestados. “Temos uma das lojas mais completas e bem estruturadas do Paraná. Mostra que o nosso trabalho frutificou e gerou resultados”, ressalta.

O que Nerly nem imaginava é que a pequena loja iniciada por seu pai, José, ganharia espaço no Brasil inteiro. Há algum tempo, a Kopanski administra o site Tudo Bike, empresa de comércio eletrônico que entrega os produtos para todo o país. “Conquistamos a nossa marca subindo um degrau por vez, com humildade”, afirma.

Orgulho

Ao contar um pouco da sua história, Nerly inevitavelmente cita o orgulho que sente dos filhos, Edson e Viviane. Ele trabalhou por alguns anos em outros Estados, mas voltou a Guarapuava para ficar mais próximo da família. A filha mora em São Paulo e também tem uma carreira bem sucedida.

Outro aspecto que deixa os olhos da empresária brilhando é falar a respeito das peripécias do seu casal de netos, que sempre estão por perto brincando no quintal da casa da avó, que fica em baixo da loja.

Sem parar

“A bicicleta evoluiu muito, antes era usada mais como meio de transporte pelos trabalhadores, hoje é direcionada ao lazer e ao esporte. Todavia, para as crianças, por exemplo, é um brinquedo que nunca caiu em desuso. Acho que nunca vai sair de moda. Creio que a cada 100 crianças é possível que apenas quatro não gostem. As outras amam”, conta. Há quem diga que viver é como andar de bicicleta. Se você parar de pedalar, você cai. Nerly não pretende interromper a jornada tão cedo. Com a saúde em dia, ela sempre gostou de pedalar e ainda planeja participar de muitos passeios ciclísticos que a Kopanski promove em Guarapuava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…