Principal Categorias Matérias Exposição itinerante revela o potencial de Guarapuava para ser a cidade das cerejeiras

Exposição itinerante revela o potencial de Guarapuava para ser a cidade das cerejeiras

4 minutos para ler
0
493

Por Revista Visual
Foto: Divulgação

Organizada pelas idealizadoras do projeto “Guarapuava – A Cidade das Cerejeiras” – Katia Burko, Karina Kaneko e Margarida Andrade – a 1ª Exposição Fotográfica com a temática da florada das cerejeiras deste inverno está sendo um sucesso. As 30 imagens selecionadas no concurso cultural foram feitas por 24 pessoas diferentes, entre fotógrafos profissionais e amadores. Agora, esses olhares sensíveis lançados à natureza circularão por aí levando a beleza da nossa cidade, pois a exposição é itinerante.

A abertura ocorreu no Centro de Artes e Criatividade Iracema Trinco Ribeiro e a segunda parada será o Pahy Centro de Eventos – durante o evento Detona Guarapuava. Depois, as organizadoras anseiam que as fotografias sejam vistas em vários outros espaços, como no Paço Municipal, na Câmara de Vereadores, na Unicentro, nas faculdades e também nos municípios da região e na capital do Estado. “Para isso, vamos precisar do apoio dos gestores dessas instituições”, afirmou Katia Burko.

As fotografias selecionadas para a exposição estavam entre 176 imagens inscritas no concurso. A seleção foi feita por uma comissão de cinco jurados relacionados à área. Os critérios para a escolha foram: abordagem do tema, que era a florada das cerejeiras em 2015; criatividade; originalidade e qualidade técnica.

Na opinião das idealizadoras do projeto, a proposta incentivou as pessoas a direcionarem um olhar mais detalhista às cerejeiras, tanto no Parque do Lago quanto em outros locais da cidade. O ápice do reconhecimento aconteceu na abertura da exposição, quando os participantes puderam chamar seus familiares e amigos para ver as fotos e sentiram orgulho do destaque e cuidado dados às imagens. “O sorriso de cada um por se sentir parte disso tudo foi o que nos fez dizer que valeu a pena! Pois o nosso foco, além de transformar Guarapuava na Cidade das Cerejeiras, é fazer com que isso ocorra através da participação de toda a população”, contou Karina Kaneko.

Novas ações       
Como o resultado surpreendeu as organizadoras, elas já planejam organizar outras edições nos próximos anos, buscando o apoio de parceiros para aumentar ainda mais a expressão da exposição. Além disso, o projeto continuará plantando mudas pelo município e acompanhando aquelas que já foram plantadas. O objetivo sempre está no envolvimento da comunidade para que todos façam parte dessa história.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…