Principal Categorias Destaque Pigalle: a marca que não para de crescer

Pigalle: a marca que não para de crescer

3 minutos para ler
0
2,617

Por RVisual | Foto: Jean Carlo

A história do Pigalle começou há quase três décadas, quando o nome foi usado pela primeira vez pelos proprietários. Com o passar dos anos, a casa se estabeleceu em diversos locais da cidade e os lanches foram ficando famosos, até se tornarem o carro-chefe da marca. No ano de 2008, 20 anos depois do nascimento da empresa, a abertura da unidade na Rua Senador Pinheiro Machado, em frente à Praça Cleve, consolidou o foco no ramo da hamburgueria.

Com sucesso vertiginoso e muita ousadia, o crescimento e a diversificação foram naturais e surgiram como fruto de planejamento. A administração é totalmente familiar, sob responsabilidade de Jurair da Silva Teixeira e Vanair Sandrin Teixeira junto com os filhos Cristian e Gabriel Sandrin Teixeira. Os jovens, mesmo atuando ou estudando outras áreas, sempre foram ensinados a manter uma mente empreendora e trabalhadora, motivo pelo qual participam do negócio idealizado pelos pais com orgulho e compromisso.

Para Teixeira, o tripé que sustenta o Pigalle através dos anos é a harmonia entre produto de qualidade, bom atendimento e preço justo. “Somos uma empresa que acredita e investe muito em Guarapuava. Creio que a cidade comprou essa ideia junto conosco”, disse. Atualmente, são quatro unidades, sendo uma delas focada somente no delivery, o que proporciona agilidade na entrega.

Em 2016, o lançamento do Pigalle Steak & Premium Burger, no bairro Santa Cruz, foi a realização de um sonho da família. O ambiente e o cardápio são inovadores e proporcionam aos clientes produtos de alta qualidade, com atendimento diferenciado e especializado, sem perder de vista o valor justo.

* Leia a matéria completa na edição 138 da Revista Visual Guarapuava – Especial Nomes & Marcas.

Fanpage | Site
(42) 3623-3623

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…