Principal Categorias Arte & Cultura Palhetas Perdidas: há três anos trilhando caminho na música local

Palhetas Perdidas: há três anos trilhando caminho na música local

2 minutos para ler
0
254

Por RVisual | Foto: Divulgação

Palhetas Perdidas começou com a união de dois amigos que se apresentavam nas Tardes Musicais no Lago. Essa primeira motivação acarretou na ideia de montar um grupo musical. No início, a banda era chamada de “Som de Boteco”, porque se dedicava a músicas nacionais e conhecidas do MPB e rock. “Nosso intuito era tentar trazer sons antigos e que fugissem do original, mas com nossas próprias versões”, afirma o integrante José Augusto Felipe Borges. A atual formação conta com quatro músicos: Felipe (violão e vocal), Alan Henrique (bateria), Johnnie Dacoregio (baixo) e Douglas Schier (guitarra solo).

No ano passado, com essa formação, o grupo passou a ser conhecido como Palhetas Perdidas. “Hoje, nossa banda se apresenta com frequência em estabelecimentos locais e da região de Guarapuava. Já elaboramos alguns projetos de cunho social, como o Música na Praça, que realizamos em julho e dezembro de 2017, com intuito de arrecadação de agasalhos e brinquedos para doação aos que necessitam”, conta. Entre as influências musicais do grupo se destaca a MPB. As letras compostas têm muita relação com o gosto particular de cada músico. O objetivo é expressar seus sentimentos e histórias nas letras, buscando acordes e bases simples, mas com arranjos e distorções bem elaboradas.

  • Confira a matéria completa na edição 153 da Revista Visual Guarapuava!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Confira a agenda para o fim de semana (21 a 23 de setembro)

Por RVisual | Foto: Divulgação Mostra Coletiva: IN [SER] TEZA Apresentando alguns question…