Principal Categorias Matérias Rossana Campello Manfredini 27 anos ensinando a arte do movimento

Rossana Campello Manfredini 27 anos ensinando a arte do movimento

4 minutos para ler
0
758
Rossana Campello Manfredini 27 anos ensinando a arte do movimento

Aos sete anos Rossana Campello MaVida dedicada à dança, a escolha certa! Aos sete anos Rossana recebeu duas opções da mãe: piano ou balé. Nas primeiras aulas já se apaixonou pela arte e nunca mais deixou a dança. Durante a sua vivência artística foi instruída por professores renomados da Royal Academy of London. Desse amor pela dança, aliado ao talento, surgiu a Academia Rômani.

No início, a Rômani oferecia atividades variadas, conforme relato: “Com o tempo resolvi focar somente na dança para maior dedicação e qualidade”. Hoje, Rossana tem planos de transformar o local em uma Escola. “Pretendemos construir um Centro de Qualificação Profissional em Dança, que ofereça uma infraestrutura, com objetivo de formar profissionais da área. O espaço também contemplará Fisioterapia, pois a minha filha Carol, é fisioterapeuta e atua também na direção artística dos espetáculos”, contou. A sua outra filha Gabi é apaixonada por balé e praticamente nasceu na academia, tem o perfil de ser uma grande bailarina.

Sempre muito ativa, Rossana decidiu cursar em 2005 Arte e Educação, depois fez a sua Especialização em Composição e Arte Contemporânea na Unicentro. “O estudo foi excelente, me deu outra visão, outra bagagem, pois agregou a minha prática a diversas teorias, e eu trouxe esse conhecimento para as aulas”.

Atualmente a Rômani tem o seu foco principal no balé. Na nova fase, as aulas de dança serão acopladas a teorias e novas práticas. “Vontade de promover todas essas mudanças nós temos e esperamos que tudo dê certo. A equipe está bem animada e com boas expectativas”.

Ela pretende continuar dando aulas. “Com a idade o corpo já não é mais tão ágil, mas pretendo continuar a minha caminhada como mestre de dança e diretora da instituição. É muito gostoso encontrar alunos, que quando crianças fizeram parte da família Rômani, e saber que eles sentem saudades das nossas aulas”.

Com esta certeza Tia Rô, como é conhecida, continua sua trajetória de sucesso dando oportunidades a muitas outras meninas e meninos a experimentarem o sabor dessa arte tão bonita: a dança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…