Principal Categorias Matérias Van Gogh Gastronomia. Requinte, qualidade e exclusividade ao servir

Van Gogh Gastronomia. Requinte, qualidade e exclusividade ao servir

4 minutos para ler
0
1,970
Van Gogh Gastronomia. Requinte, qualidade e exclusividade ao servir

“Vejo a gastronomia como entretenimento, não só como uma forma das pessoas matarem a fome”, com esta visão Ronaldo Boese está à frente do Van Gogh desde 2002. No início, o local era somente uma pequena pizzaria da família Boese. Dois anos depois, passou a ser também restaurante. Em 2009, seguido de uma reformulação de cardápios e uma ampla reforma no restaurante, o local passou a se chamar Van Gogh Gastronomia. Desde então são servidos pratos mais elaborados e de alta gastronomia.

Após não se identificar com os cursos de odontologia e direito não concluídos, a mãe de Ronaldo faleceu e ele passou a tomar conta do Van Gogh. “Como eu era o filho que levava mais jeito e que ficava no restaurante, acabei fazendo um acerto com os meus irmãos e assumi o negócio. Então, a gente tem vários planos na vida e muitos se concretizam de uma forma que você não imaginava”.

A maioria dos pratos servidos é exclusiva da casa, já que todo o cardápio é desenvolvido por Ronaldo, que se formou em 2012, na primeira turma de Gastronomia da Faculdade Guairacá. “Senti uma necessidade em me especializar no ramo que sempre gostei, pois minha vida é a cozinha. Foi com muita determinação que cheguei até aqui, e tenho orgulho de ser o Chef proprietário do Van Gogh”.

O local está entre os melhores restaurantes de Guarapuava. Para esta conquista foi necessário muito trabalho, dedicação, pesquisa e persistência. “Além da faculdade, viajo bastante para poder estar sempre conectado com o que está acontecendo no mundo gastronômico, conversar com diferentes Chefs, e obter uma motivação a mais”, contou Ronaldo.

O proprietário atribui os bons resultados do Van Gogh ao cardápio internacional, somado a comida contemporânea, mediterrânea e italiana,e também ao atendimento personalizado e à administração do negócio. “Passei por muitas dificuldades financeiras perdi meus pais muito novos, mas sempre tive a certeza de que Deus está no comando de tudo. Era simplesmente uma questão de momento certo, e o sucesso chegou”. Assim, Ronaldo pretende continuar trabalhando, administrando o restaurante, elaborando receitas e cardápios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…