Principal Categorias Matérias Dra. Flávia Virmond Francischetti é Homenageada por seu trabalho à frente da Diagmax

Dra. Flávia Virmond Francischetti é Homenageada por seu trabalho à frente da Diagmax

5 minutos para ler
0
1,228
Dra. Flávia Virmond Francischetti é Homenageada por seu trabalho à frente da Diagmax

Flávia Virmond Francischetti tem 37 anos e nasceu em Curitiba. Casada com Rodrigo Alexandre Francischetti, ela é mãe de Pedro Virmond Francischetti e Barbara Virmond Francischetti.

Sua vida profissional sofreu uma reviravolta com a fundação da Diagmax. Além de médica, esposa e mãe, ela precisou assumir mais um posto – o de administradora. Para ocupar a gerência da empresa, a médica teve de voltar a estudar. Flávia é filha, sobrinha e esposa de médicos. O pai e o tio, ambos sócios da Diagmax, influenciaram não só a escolha da profissão, mas também a especialidade selecionada: radiologia. Fundar a Diagmax foi a realização de um sonho familiar antigo. Tudo começou quando o pai de Flávia voltou para Guarapuava, sua terra natal. “Ele abriu um pequeno serviço, anexo ao antigo Hospital Estrela de Belém, mas o sonho era ter seu próprio negócio”, conta. Em 2008, o projeto finalmente saiu do papel e se tornou realidade. “Já vamos completar cinco anos”, observa animada. Para a médica o reconhecimento da comunidade pelos serviços prestados pela Diagmax é motivo de orgulho. “Tenho colegas em Curitiba que ligam e falam como é legal a gente oferecer um serviço desse porte no interior”, enfatiza. Aliás, esse é o foco da empresa, realizar diagnóstico por imagem com qualidade e ao alcance dos guarapuavanos.

A medicina sempre foi uma paixão para Flávia, por isso a responsabilidade de gerir um negócio se mostrou um grande desafio.“Meu tio e meu pai me deram carta branca, então saí para me especializar nessa parte de gestão”, explica. Hoje, quase cinco anos depois da criação da Diagmax, ela tem uma equipe administrativa delineada e não consegue se imaginar longe do escritório. “Apesar de me dedicar aos exames a maior parte do tempo, consigo conciliar e gosto muito dessa parte de gestão. Para mim, o empreendedorismo está na genética. Acho que isso é meu, é nato”, diz.

Pensando sempre em crescer, Flávia quer dar continuidade à ampliação da estrutura física e da oferta de serviços prestados pela empresa. “Meu objetivo é nunca parar. Não sei onde vamos chegar, mas o céu é o limite, como dizem. Essa é uma filosofia nossa e da clínica, sempre melhorar e atingir o maior número de pessoas com qualidade”, afirma.

Em maio, Flávia foi homenageada pelo seu empreendedorismo e por acreditar em Guarapuava com o prêmio Divas 2013. “Toda a família do meu pai é daqui. Vim pra cá em 2005 quando terminei minha residência e hoje sinto uma diferença enorme considerando esse período de oito anos. É uma cidade muito próspera, que na área da saúde está crescendo e nos dá chance de crescer junto”, conclui. Há 13 anos, o Prêmio Divas, uma iniciativa do Diário de Guarapuava e da Acig, homenageia mulheres que dentro de suas áreas de atuação são exemplos para toda sociedade guarapuavana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…