Principal Categorias Matérias Microfisioterapia e Reprogramação Biológica: a cura com um toque e a informação

Microfisioterapia e Reprogramação Biológica: a cura com um toque e a informação

3 minutos para ler
0
1,527
Microfisioterapia e Reprogramação Biológica: a cura com um toque e a informação

Diariamente nosso corpo passa por situações de diferentes intensidades e o nosso organismo, de forma defensiva, irá eliminar muitas vezes silenciosamente as situações como cansaços, traumas físicos, emocionais e até mesmo tóxicos que aconteçam. Quando tais situações não são reconhecidas é criada uma memória celular, a qual impede o bom funcionamento do corpo, deixando uma espécie de “cicatriz” nos tecidos, ou seja, uma memória de um acontecimento. Com o acúmulo destas memórias o corpo enfraquece, uma doença se desenvolve ou uma dor aparece.

Através da Microfisioterapia, uma técnica de terapia manual, desenvolvida em 1983 pelos fisioterapeutas e osteopatas franceses, Daniel Grosjean e Patrice Benini, com embasamento teórico nos estudos da embriologia (a formação dos órgãos e sistemas), filogênese (a evolução dos organismos e espécies) e ontogênese (as alterações biológicas sofridas pelo indivíduo), foram desenvolvidos mapas corporais que orientam o terapeuta para identificar a causa primária de uma disfunção do organismo e estimular a auto-cura. Outra técnica que irá auxiliar nesse processo e até mesmo entender o porquê de algumas reações do nosso sistema é a Reprogramação Biológica, baseada na Nova Medicina Germânica que foi criada pelo médico alemão Dr. Ryke Hamer, o qual com cinco leis biológicas naturais relata que é possível compreender os caminhos que a natureza percorre para promover a nossa sobrevivência, sendo possível então obter equilíbrio e manutenção da saúde.

Quem pode ser beneficiado pela técnica: Pessoas com alergias, enxaquecas, depressão, distúrbios do sono, distúrbios hormonais, alteração no funcionamento dos órgãos, gastrites, traumas emocionais (perdas, abandonos, separações), dores físicas (fibromialgia, lombalgias, ciatalgias, cervicalgias, etc.), traumas físicos (entorses, contusões, luxações, acidentes, etc.), ansiedade, fobias, falta de atenção e concentração, hiperatividade, e para demais doenças e prevenção. Qualquer faixa etária pode ser atendida, desde recém-nascidos a idosos, ressaltando que são técnicas complementares atuando de forma preventiva ou curativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…