Jovem em cena

4 minutos para ler
0
562
Jovem em cena

Conhecer outro país é o sonho de muitas pessoas. O Programa de Intercâmbio Estudantil Jovens Embaixadores, criado em 2003 pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, proporciona a estudantes do ensino médio de escolas públicas de todo país a oportunidade de passar três semanas no exterior. Em Guarapuava e região a seleção dos candidatos é feita com a ajuda do CCBEU English Center.

Joana Beatriz Grande Moreira, 18 anos, se candidatou para ser uma Jovem Embaixadora três vezes. Ela começou a estudar inglês em 2007, na Open Way English School, em Bituruna, cidade onde viveu 10 anos. Ao se mudar para Guarapuava, a jovem prosseguiu com os estudos no CCBEU. Semifinalista na última seleção do programa, Joana não conseguiu a vaga para viajar para os Estados Unidos, mas ganhou uma oportunidade e tanto ao ser convidada para participar do English Immersion Program, entre os dias 30 de junho e 05 de julho deste ano, em Brasília. O programa, uma parceria entre a Embaixada Americana e a Casa Thomas Jefferson, referência no ensino da língua inglesa na capital federal, contou com a participação de 134 jovens de todo país, entre eles 5 paranaenses.

Durante o programa, Joana teve contato direto com o inglês através de aulas sobre diversos aspectos da cultura americana como seus esportes mais populares, culinária, história e geografia. Ela também assistiu a palestras que falavam sobre o cotidiano dentro da embaixada e participou de atividades que envolviam música. Até uma banda, a Blended 328, veio dos Estados Unidos para auxiliar os jovens durante as tarefas. Além disso, os participantes do programa foram estimulados a desenvolver seu espírito de equipe, pois tudo o que realizavam era feito em grupos.

A repercussão do English Immersion Program 2013 foi tamanha que até a Rede Globo local fez reportagens sobre o programa. Para Joana, a melhor parte da experiência foi o aprendizado e as amizades conquistadas. “Foi muito bom, não só pelo contato com a cultura americana, mas também com a cultura de outras regiões do Brasil. Fiz amizades que vou levar para o resto da vida. Isso me abriu novos horizontes e provou que quando a gente corre atrás as coisas acontecem”, diz. O próximo passo de Joana é prestar vestibular para o curso de Relações Internacionais, na Universidade de Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…