Principal Categorias Matérias Curso de biomedicina da Campo Real forma sua primeira turma e é reconhecido com conceito 4 pelo MEC

Curso de biomedicina da Campo Real forma sua primeira turma e é reconhecido com conceito 4 pelo MEC

4 minutos para ler
0
1,468
Curso de biomedicina da Campo Real forma sua primeira turma e é reconhecido com conceito 4 pelo MEC

Implantado em 2009 sob a coordenação da professora Janaina Naumann Nasser, o curso de Biomedicina da Faculdade Campo Real vem sendo construído em uma base sólida de conhecimento e infraestrutura, juntamente com um corpo docente de alto gabarito. Quatro anos depois, no início de agosto, a Instituição recebeu a Comissão do Ministério da Educação para o reconhecimento do Curso que obteve o conceito 4, em uma escala de 1 a 5, e hoje integra um seleto grupo que possui tal nota no país.

O curso de Biomedicina da Faculdade Campo Real tem duração de oito semestres e seu principal objetivo é capacitar profissionais que possam atuar em várias questões ligadas à qualidade de vida e à saúde da população. Na metade deste ano 16 alunos da primeira turma do curso se formaram e até o fim do segundo semestre outros 34 estudantes também devem concluir a graduação.

A Biomedicina contempla várias áreas da ciência, por isso a grade curricular do curso é bastante ampla contando com matérias como anatomia e fisiologia humana, química, patologia, farmacologia, microbiologia, entre outras das quais a Campo Real dispõe de equipados laboratórios para a realização de aulas práticas. Para estimular essa interdisciplinaridade, no quarto período do curso os alunos desenvolvem um projeto chamado de Seminário Integrado. “Divididos em grupos, os alunos recebem uma doença e apresentam para os professores e demais alunos do curso um trabalho relacionando-a com todas as disciplinas vistas até o momento”, explica a coordenadora adjunta do curso, Fernanda Viero Dias. A partir do sexto semestre, os acadêmicos iniciam os estágios obrigatórios nas áreas de patologia clínica e imagem médica, este último ofertado no oitavo semestre.

Toda essa gama de conhecimentos adquiridos na faculdade possibilita ao profissional de biomedicina atuar em mais de 30 áreas. A maior parte dos biomédicos – cerca de 80% – trabalha no ramo de análises clínicas, como funcionários ou proprietários de laboratórios. Mas outras especialidades vêm absorvendo muitos profissionais nos últimos anos como os setores de análises ambiental, industrial e bromatológica, a biologia molecular, a genética e reprodução humana, a citologia oncótica e a imagenologia, o que permite ao biomédico trabalhar em hospitais, clínicas, e empresas de vários setores. Além é claro do ambiente acadêmico, pois o biomédico pode exercer tanto a função de docente como a de pesquisador. “Trata-se de um campo em expansão e que oferece várias oportunidades no mercado de trabalho aos seus profissionais”, conclui Fernanda Viero Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…