Principal Categorias Matérias Doutor Diogo Gavarrete

Doutor Diogo Gavarrete

4 minutos para ler
0
1,911
Doutor Diogo Gavarrete

A vocação de cuidar do próximo.

Quando estava próximo de concluir o curso de medicina, em 2007, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), o jovem médico Diogo Gavarrete resolveu se dedicar a uma das especialidades mais requisitadas de sua profissão atualmente: a Oncologia. ” Percebi durante os estágios da faculdade que meu perfil poderia se encaixar com a especialidade, felizmente hoje tenho a certeza que fiz a escolha certa”, comenta. Após o término da faculdade ele fez Residência em Clínica Médica pelo Hospital de Clínicas da UFPR e Residência em Oncologia Clínica no Hospital Erasto Gaertner, em Curitiba, referência nacional no diagnóstico e no tratamento do câncer. No período em que esteve no hospital, além de construir fortes laços de amizade com vários colegas, Diogo Gavarrete teve o privilégio de conviver com grandes nomes da Oncologia paranaense, trabalhando e aprendendo diariamente com cada um deles.

Curitibano de nascimento, duas coisas foram decisivas para que o médico escolhesse exercer a profissão e fixar residência em Guarapuava. A primeira delas foi a influência do irmão, o também Oncologista, Leonardo Gavarrete. Depois, o que chamou à atenção de Diogo foi a excelente qualidade de vida e as boas perspectivas de crescimento profissional encontradas na cidade.

Doutor Diogo desenvolve suas atividades em seu consultório particular, no Hospital de Caridade São Vicente de Paulo e no serviço próprio de Oncologia da Unimed, a clínica Animo, na qual atua como médico e também como responsável técnico. Por se tratar de um ramo da Medicina em ascensão e constante evolução tanto no tratamento, como nas pesquisas, diagnósticos e prevenção, o trabalho com a Oncologia exige que o profissional esteja sempre atento às novidades que surgem no Brasil e no exterior. Apesar da rotina agitada, doutor Diogo procura se manter atualizado através de jornais e revistas especializadas, além de participar com frequência de congressos, onde estabelece contato com outros colegas e ainda divulga o trabalho realizado em Guarapuava.

O médico afirma que com as novas medicações disponíveis no mercado a resposta ao tratamento melhorou muito, já que os remédios são cada vez mais eficazes e têm provocado menos efeitos colaterais nos pacientes. O doutor Diogo acredita que a boa relação entre médico e paciente é fundamental para o sucesso do tratamento. ” Acredito que saber lidar com esse desgaste emocional, mantendo uma boa empatia com as pessoas envolvidas no tratamento seja o maior desafio dessa área”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…