Principal Categorias Cotidiano Ciclistas homenageiam instituições pedalando de Curitiba a Pato Branco

Ciclistas homenageiam instituições pedalando de Curitiba a Pato Branco

4 minutos para ler
0
582
Ciclistas homenageiam instituições pedalando de Curitiba a Pato Branco

Por Assessoria

Fotos: Divulgação

Os ciclistas Édio Furlanetto e Rafael Vallejos pedalaram de Curitiba a Pato Branco durante quatro dias. A aventura contou com parada em Guarapuava. O desafio foi lançado para homenagear os 25 anos da Viasoft, empresa de software de Pato Branco e os 20 anos do Instituto Tibagi, organização da sociedade civil de Curitiba. Como a Viasoft é uma empresa parceira do Instituto Tibagi, uma entidade sem fins lucrativos, o cicloturismo também serve para promover a captação de Imposto de Renda para os projetos sociais da instituição. A iniciativa foi lançada no site de crowdfunding (financiamento coletivo) Kickante e registrou contribuições para as despesas de viagem e divulgação da iniciativa.

 

Adolescente Aprendiz

O Programa Adolescente Aprendiz, um dos beneficiados por deduções do imposto renda, tem duração de 23 meses, período em que adolescentes recebem profissionalização na área de eletroeletrônica e são inseridos no mercado de trabalho. Como a maior parte deles vem de situações de vulnerabilidade, sua remuneração contribui, em média, em 34% para a renda da família. Ao final do programa, eles são certificados e alguns são efetivados na empresa em que trabalharam como aprendizes. Isso lhes garante o início de uma vida profissional e produtiva.

A meta dos ciclistas era abordar, pelo menos, 500 investidores no percurso, para que venham a fazer a doação do imposto de renda na declaração em março e abril de 2015.

O cicloturismo lançado como Desafio Ciclo ViTi (Viasoft e Instituto Tibagi) ocorreu de 27 de fevereiro a 2 de março. Eles saíram de Curitiba e passaram por Irati, Guarapuava, Coronel Vivida e, por fim, chegaram a Pato Branco. Em Guarapuava, um dos parceiros foi o Restaurante Don Macarrone, que garantiu aos ciclistas hospedagem e alimentação.

 

Ciclistas

Édio Furlanetto é professor aposentado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Em 1995, fundou a Escola Técnica Tibagi, base para o atual Instituto Tibagi, que hoje atende 150 aprendizes. Seu sonho é fazer o Instituto crescer com maior número de aprendizes e maior oferta de cursos.

 

Rafael Vallejos é empresário do setor de software para administração de empresas. Proveniente da Argentina, mora no Brasil há 23 anos. Sua meta é contribuir de forma positiva nos objetivos de seus clientes, auxiliando-os e orientando-os para alcançarem seus resultados. Almeja transformar sua empresa em uma empresa de oportunidades para as pessoas, e assim colaborar para o desenvolvimento da comunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…