Principal Categorias Matérias Aspectos de uma dieta com consumo reduzido de glúten

Aspectos de uma dieta com consumo reduzido de glúten

3 minutos para ler
0
533
Aspectos de uma dieta com consumo reduzido de glúten

Por Revista Visual e Assessoria
Fotos: Ilustrativa

Com o objetivo de perder peso e melhorar a qualidade de vida em diversos aspectos, cada vez mais as pessoas têm buscado uma alimentação saudável. Para isso, lojas especializadas comercializam alimentos livres de glúten.
Todas as pessoas que buscam de fato eliminar o glúten da dieta apresentam mudanças no corpo, como por exemplo, a diminuição do volume da barriga e, consequentemente, mais energia, além de uma silhueta mais fina. O glúten pode muitas vezes dificultar a assimilação das vitaminas e dos nutrientes e, por isso, em algumas situações podem fragilizar o bem-estar e a vitalidade. Todavia, a interrupção no consumo deve ser conversado e acompanhando por um profissional especializado, como médico nutrólogo e nutricionista, para garantir a sua viabilidade.
É possível destacar vários benefícios que justifiquem uma alimentação sem glúten:
Reduzir o volume da barriga;
Afinar a silhueta, tornando-a mais harmoniosa;
Diminuir a retenção de líquidos, favorecendo a sua eliminação;
Reduzir eficazmente as enxaquecas e as dores de cabeça;
Aliviar as dores articulares; Aumentar os níveis de energia e de vitalidade;
Melhorar o tom de pele, dando um ar mais saudável;
Reduzir os problemas digestivos, tais como a diarreia, a aerofagia e as dores de barriga;
Diminuir o desenvolvimento de inflamações das mucosas (garganta, ouvidos, órgãos sexuais, etc.); e
Reduzir os estados depressivos e as alterações psíquicas. Um consumo reduzido de glúten traz assim vários benefícios, tanto a nível físico como psicológico.
É uma dieta que se torna assim ideal para todos aqueles que pretendem manter-se em boa forma de uma forma natural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…