“O Bem Casado representa duas partes que se unem e são seladas pela cumplicidade e respeito mútuo. Para se ter sorte e felicidade nessa união, deverá ser distribuído um Bem Casado para cada convidado. Todo aquele que saborear o doce estará sendo abençoado com a mesma sorte e felicidade dos noivos”.

Mas engana-se quem pensa que é um doce significativo apenas para casamentos. O Bem Casado pode se tornar Bem Sucedido, no caso de comemorações profissionais, empresariais e formaturas. Bem Vivido, quando inserido em festas de aniversários de diferentes faixas etárias. Bem Nascido, ao presentear os visitantes do bebê que recém chegou ao mundo. A versatilidade é incrível, também nos sabores dos recheios, nas massas (sem glúten, por exemplo) e nas embalagens.  Sueli Samulak Alves trabalha com Bem Casados e alfajores finos há mais de sete anos e garante o sabor requintado tradicional e uma apresentação luxuosa e delicada, de acordo com a finalidade do cliente.

@suelialfajoresebemcasados
(42) 9 9820-1043
Av. Rubem de Siqueira Ribas, 377, s. 12, Trianon
sueli.samulak@gmail .com

* Confira o anúncio na edição nº 142 da Revista Visual Guarapuava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coisas para fazer em Guarapuava

Fevereiro mal começou e ao contrário de janeiro, está voando! Apesar da semana ter sido rá…